Trabalho remoto: 5 dicas infalíveis para ter sucesso

O trabalho remoto pode ser o grande aliado da sua equipe se você seguir essas dicas essenciais!

O trabalho remoto é muito dinâmico e proporciona uma série de benefícios. Isso todo mundo sabe, não é?

Mas, antes de tudo, é preciso avaliar uma coisa importante.

Pergunte-se: “Qual o melhor tipo de flex job que deve ser aplicado à realidade da minha empresa?”. Afinal, o tipo de atividade pode exigir uma adaptação diferente…

Antes de tudo: o que você quer ter com um trabalho remoto?

Quais são os objetivos a serem alcançados com o trabalho remoto?

Flexibilidade? Economia? Redução de custos operacionais? Redução de locomoção? Menos tempo no trânsito? Qualidade de vida? Aumento da produtividade? Retenção de talentos?

Depois de se perguntar tudo isso, considere:

  • Tipo de trabalho remoto domiciliar: o chamado home office será integral ou alguns dias por semana?
  • Tipo de trabalho remoto com base em um centro satélite: será oferecido pela empresa em tempo integral ou parcial?
  • Tipo de trabalho remoto para funcionários que fazem atendimento de campo: como setores, entre eles vendas, suporte e TI, estarão conectados por tecnologia móvel?

Pronto. Com o tipo de trabalho remoto definido, agora você terá resultados mais sólidos com as 5 dicas abaixo:

1. Crie diretrizes e políticas internas ao trabalho remoto

As diretrizes e políticas internas irão nortear o trabalho remoto. Precisam estar de acordo com as atividades da empresa e também são uma maneira de esclarecer o que se espera do funcionário, bem como os seus direitos.

É importante definir quais as funções que receberão essa alternativa. Crie também programas para que os próprios profissionais manifestem interesse e facilitem a avaliação do perfil exigido para a posição.

Dessa maneira, alinha-se desempenho profissional com as expectativas para alcançar os resultados desejados com o trabalho remoto!

2. O perfil de quem realiza trabalho remoto

O perfil do profissional do trabalho remoto exige responsabilidade, compromisso, confiança e disciplina. Isso tudo evita que pessoas despreparadas assumam funções que possam desestabilizar o andamento da rotina.

O funcionário que trabalha à distância não pode depender de cobranças e supervisão constante para desempenhar suas atividades. Autonomia é uma qualidade preciosa que deve ser exigida de quem estará fora do escritório.

Considere que um ótimo profissional no conhecido ambiente da empresa pode não se adaptar ao Home Office por falta de concentração. Antes de tomar uma decisão, avalie junto com o profissional a possibilidade do trabalho remoto.

3. Alie desempenho com tecnologia especializada

Quando se fala em tecnologia para o trabalho remoto, naturalmente o funcionário será equipado com as ferramentas necessárias para a função que será exercida.

Mas as tecnologias especializadas de videoconferência, webconferência e audioconferência fazem toda a diferença. Ainda mais na rotina de quem realiza trabalho remoto, e ainda oferecem suporte e segurança de dados.

Reuniões, treinamentos, entrevistas, chamadas de última hora, atendimento ao cliente… Tudo isso pode ser realizado por meio de uma dessas ferramentas independente da localização do funcionário, do cliente ou dos demais membros da equipe.

Vale lembrar: O contato individualizado com cada colaborador requer muito mais tempo e disposição. Então ferramentas focadas em áudio, web e videoconferência geram maior economia para você e seu negócio, otimizando tempo e dinheiro!

4. Avaliação de desempenho e motivação

Não permita que o trabalho remoto perca a sua importância. Profissionais desmotivados e que se deixam cair na rotina podem cometer deslizes. Por isso as avaliações servem para identificar questões do dia a dia de ambas as partes e realizar aprimoramentos.

A motivação é fundamental e também faz parte da gestão de pessoas de uma empresa. Assim como o funcionário precisa saber que há pontos a melhorar, ser reconhecido o incentiva a continuar fazendo um bom trabalho.

As tecnologias de vídeo e audioconferência são meios eficazes para fazer reuniões regulares com os membros da equipe e  se certificar de que tudo corre adequadamente.

5. Evite o isolamento de funcionários com a falta de comunicação

Uma das características do trabalho remoto é a facilidade de comunicação com os membros da equipe, principalmente com o uso das ferramentas de áudio, web e videoconferência.

Manter contato constante com os funcionários nessa posição é imprescindível, pois o excesso de confiança no profissional é um dos erros comuns que leva à falta de comunicação.

Lembrar de manter contato é uma necessidade de ambas as partes. E prestar atenção na ausência de comunicação é um modo de se antecipar aos problemas.

O isolamento não é saudável e deixa o funcionário distante dos objetivos e da rotina da empresa e o torna alvo para distrações.

Mãos à obra!

Agora você tem todas as dicas necessárias para ter alcançar sucesso com seu trabalho remoto ou de sua equipe.

Iniciar com um projeto piloto ajuda a aprimorar o trabalho remoto para adaptar aos setores da empresa e garantir o sucesso em longo prazo.

Depois me conte como está sendo essa experiência!

Configurações áudioconferencia Configurações de áudioconferencia Configurações de áudioconferencia Configurações de áudioconferencia Configurações de áudioconferencia Configurações de áudioconferencia