5 erros para fugir nas entrevistas à distância

Realizar entrevistas à distância pode ser produtivo e dinâmico: mas evite estes 5 erros abaixo

Escolher entrevistas à distância ajuda a driblar inúmeros obstáculos que interferem negativamente nesta na contratação de funcionários logo na primeira etapa.

São gastos com aluguel de espaço, despesas com recursos de apresentação em salas de reuniões, falta de tempo e locomoção dos candidatos…

As empresas têm escolhido cada vez mais este recurso para acelerar os processos de contratações com dinamismo e praticidade.

Mas atenção!

Não deixe que a realização das entrevistas à distância se torne rotina e com isso, alguns erros passem despercebidos.

Se você pensa em adotar entrevistas à distância na empresa, evite estes 5 erros:

Erro #1: Não usar tecnologia especializada

O primeiro erro que mais atrapalha a realização de entrevistas à distância pelas empresas é não usar tecnologia especializada, o que ocasiona:

  • Áudio e vídeo com baixa qualidade;
  • Suporte técnico ineficiente,
  • Incapacidade de reunir mais de três pessoas em uma entrevista à distância.

As ferramentas de colaboração que não foram criadas especialmente para conferências virtuais não conseguem dar o mesmo suporte que a  videoconferência possui. Por isso deixam a desejar em vários aspectos.

Você não quer ter interrupções de nenhum tipo, não é mesmo?

Erro #2: Não testar a tecnologia

Mesmo ao utilizar tecnologia especializada para realizar as entrevistas à distância é um erro não testar todos os recursos horas antes.

Considere, por exemplo, se o áudio ou vídeo de seu computador ou dispositivo móvel está funcionando corretamente.

O mesmo deve ser exigido do candidato. Será que ele tem acesso a um computador ou telefone que esteja funcionando corretamente? Alinhe ambas as partes.

Erro #3: Contratar serviço de videoconferência complicado

Ter muitos aparelhos sofisticados e inúmeros programas para instalar não significa que uma ferramenta de colaboração seja eficiente.

Pelo contrário, isso encarece o serviço contratado e ainda torna o seu uso difícil.

Ao fazer entrevistas à distância, tudo o que você mais quer é poder se comunicar com a pessoa do outro lado da tela. Então observe bem o tipo de serviço de videoconferência que está contratando.

Tanto o recrutador quanto o candidato não devem se preocupar com extensos manuais.

Erro #4: Ruídos no ambiente

Lembre-se de reservar um espaço adequado para as entrevistas à distância.

O entrevistador precisa de um lugar em que não ocorram ruídos externos, como telefones tocando a cada instante, estando ele dentro ou fora do escritório.

E o mesmo vale para o candidato. É imprescindível solicitar um ambiente tranquilo e que esteja livre de ruídos que irão atrapalhar a conversa. Cães latindo e vozes ao fundo nem pensar!

Erro #5: Informalidades não cabem às entrevistas à distância

O fato de as entrevistas serem à distância não diminui a sua importância. A atitude de ambos os participantes (recrutadores e candidatos) deve ser o de máximo profissionalismo, o que não impede um toque de descontração.

Cair na informalidade desvia a atenção e pode tirar o foco do principal, que é a avaliação do candidato. Portanto, não deixe o fator virtual distrair o objetivo da entrevista.

Esses erros influenciam consideravelmente na percepção que a empresa tem do candidato assim como a visão que o candidato tem da empresa.

Quando as entrevistas à distância são realizadas com o máximo cuidado, naturalmente você obtém resultados no tempo desejado e sem sair do escritório!

audioconferência-serviços

Configurações áudioconferencia Configurações de áudioconferencia Configurações de áudioconferencia Configurações de áudioconferencia Configurações de áudioconferencia Configurações de áudioconferencia